segunda-feira, 11 de junho de 2012

Paris: A Festa Continuou - Alan Riding (Leia trecho)


Sinopse

Desde o título provocativo, Paris: a festa continuou faz revelações surpreendentes sobre esse momento crucial da história contemporânea. Entre o heroísmo da resistência, muitas vezes pago com a vida, e a adesão (por convicção ou oportunismo) ao ideário nazista, os franceses adotaram as mais variadas posturas no período, durante o qual teatros, cabarés, cinemas e salas de concerto continuaram repletos e animados.
Misto de crônica do cotidiano e história das mentalidades, o livro de Riding descreve a complexa rede de relações perigosas entre os intelectuais e os ocupantes alemães. A perseguição aos judeus; a guerra ideológica entre a imprensa colaboracionista e as publicações clandestinas; a penúria da maioria da população em contraste com a boa vida da elite, abastecida pelo mercado negro; as hesitações, ousadias e contradições de artistas e escritores como Picasso, Sartre, Marguerite Duras, Céline e Camus; tudo isso e muito mais desfila por estas páginas.
Ancorado numa pesquisa rigorosa, o autor parece menos interessado em definir heróis e traidores do que em descrever a zona de sombra entre uns e outros, transmitindo de modo vívido a atmosfera instável daqueles anos, em que cada gesto ou palavra poderia ter consequências sérias para milhares de pessoas. Seu livro é um relato eletrizante, que não perde de vista o absurdo e eventualmente o ridículo contidos nessa passagem trágica da história da Europa.


Editora: Companhia das Letras
Páginas: 464

0 Opiniões sobre o Livro:

Postar um comentário

O Que Você Achou deste Livro?

Se Já Leu ajude outros leitores que estão em dúvida deixando sua opinião.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...